Barco com refugiados africanos se aproxima da Itália

Um barco com cerca de 350 imigrantes africanos que partiu da Líbia aproximava-se da costa italiana. É a primeira embarcação do tipo a chegar à Europa vinda do país do norte da África desde o início do levante contra o ditador Muamar Kadafi.

AE, Agência Estado

26 de março de 2011 | 18h12

Uma mulher deu à luz no barco hoje e foi resgatada por um helicóptero da Força Aérea italiana, informou à France Presse o padre católico Mussie Zerai, que mantém contato direto com a embarcação. O barco lotado deixou Trípoli na madrugada de sexta-feira e a maioria dos refugiados é da Eritreia, Etiópia e Somália, segundo o religioso.

A embarcação deve seguir para a pequena ilha italiana de Lampedusa. O barco apresenta problemas para chegar a seu destino. Segundo o padre, há 20 mulheres e 10 crianças a bordo.

Kadafi costumava reprimir as tentativas de imigração para a Europa. Recentemente, ele advertiu para o risco de milhares de pessoas emigrarem para o continente caso ele seja retirado do poder. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
ItáliaLíbiarefugiadosbarcoafricanos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.