Barco de flotilha que irá para Gaza é sabotado na Grécia

Ativistas que pretendem romper um bloqueio marítimo de Israel à Faixa de Gaza denunciaram hoje um suposto ato de sabotagem contra uma de suas embarcações atracadas em um porto grego e disseram ter reforçado a segurança de sua flotilha. Em comunicado, os organizadores escandinavos disseram que "homens-rãs hostis" cortaram a ponta da hélice de um barco que eles compartilham com ativistas suecos, noruegueses e gregos.

AE, Agência Estado

28 de junho de 2011 | 15h21

O dano, segundo eles, é reparável e não alterará os planos para empreender no fim de semana a travessia para o território palestino. De qualquer maneira, a flotilha com dez barcos não zarpou por causa de atrasos, causados por problemas administrativos com as autoridades portuárias gregas, que os ativistas atribuem a pressões diplomáticas israelenses.

A crise financeira da Grécia agrava as perspectivas de novas complicações, por causa do bloqueio do porto de El Pireo por parte dos manifestantes que participam de uma greve geral de 48 horas iniciada hoje. "Elevamos o alerta em todos os barcos. Estamos em vigília as 24 horas, todos os dias da semana", afirmou Dimitris Plionis, um dos representantes da flotilha.

Plionis disse que indivíduos "altamente treinados", possivelmente com capacidade militar ou de inteligência, perpetraram a suposta sabotagem, ainda que ele não tenha apontado possíveis responsáveis. O dirigente da delegação norueguesa, Torstein Dahle, disse em comunicado que o incidente mostra "que alguém está disposto a cobrir grandes distâncias para impedir a travessia da flotilha".

Os organizadores da flotilha disseram que o barco "Juliano" foi retirado da água e estava em Perama, perto do porto de El Pireo, próximo de Atenas. Israel já advertiu que barrará qualquer tentativa de romper o bloqueio à Gaza, defendido pelo país como uma maneira de impedir a chegada de armas para os rebeldes do grupo islâmico Hamas, apoiado pelo Irã e que controla desde 2007 toda a Faixa de Gaza. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
flotilhaGazabarcosabotagemGrécia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.