Barco quebra com 200 migrantes ilegais na costa africana

Um barco quebrou em alto mar levando cerca de 200 migrantes ilegais a bordo e está à espera de permissão para ancorar na costa ocidental africana. A embarcação, que estaria levando migrantes paquistaneses, foi encontrado por um navio espanhol no sábado.O barco está a cerca de 12 km da costa da Mauritânia depois que o Senegal disse que não teria condições de permitir que ancorasse em sua costa. Contudo, as autoridades da Mauritânia disseram à agência de notícias AFP que poderiam também se recusar a receber o barco.DestinoO Ministério do Exterior espanhol havia informado antes que o governo da Mauritânia havia concordado em resgatar o navio. Mas, as autoridades dizem que o barco não foi interceptado em águas territoriais do país e que não têm condições de abrigar os migrantes.O Senegal e a Mauritânia são pontos de partida comuns para dezenas de milhares de migrantes africanos que tentam chegar à Europa, muitos passando pelas Ilhas Canárias. A rota também é ocasionalmente usada por asiáticos.Cerca de 30 mil africanos foram pegos tentando chegar às ilhas espanholas no ano passado. A União Européia está tentando reduzir o fluxo de imigrantes ao bloco.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.