Barcos com ativistas pró-palestinos chegam a Israel

Dois barcos carregando dezenas de ativistas internacionais chegaram à Faixa de Gaza hoje em desafio a um bloqueio israelense. Os ativistas foram recebidos calorosamente por centenas de palestinos orgulhosos, depois de uma jornada de dois dias enfrentando problemas de comunicação e mares turbulentos. Bandeiras palestinas eram levadas em um dos barcos e os ativistas carregavam uma faixa onde se lia o slogan "Fim à ocupação". "Foi uma viagem difícil, de quase 36 horas", afirmou um dos ativistas, o norte-americano Tom Nelson. Ele disse que espera que a chegada do grupo chame a atenção do Ocidente para as difíceis condições em Gaza.Desde o início da viagem, que partiu do Chipre ontem, o sucesso da missão liderada pela instituição norte-americana Movimento Gaza Livre foi colocado em questão. Inicialmente, Israel afirmou que iria evitar que as embarcações chegassem a Gaza e, neste sábado, o grupo acusou Israel de danificar seu equipamento de comunicação. No entanto, Israel acabou permitindo que os barcos atracassem em Gaza, depois de exigir que os ativistas não provocassem ameaças à segurança do país. O ministro do exterior israelense, Arye Mekel, afirmou que seu governo queria "evitar a apelação à mídia" que o grupo estava buscando. Ele negou as acusações de que Israel teria prejudicado o sistema de comunicação do grupo, dizendo que elas são "totalmente mentirosas". As informações são da Associated Press.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.