Barcos limpam área após explosão em oleoduto chinês

Estão em operação esforços para conter e limpar a região onde ocorreram explosões em oleodutos em um porto no nordeste da China, segundo a mídia estatal. Cerca de 20 barcos foram enviados para a instalação de uma barreira para impedir que o óleo se espalhe ainda mais no porto de Xingang, em Dalian, de acordo com a agência de notícias Xinhua. Uma área de aproximadamente 50 metros quadrados foi afetada na costa da província Liaoning.

AE, Agência Estado

18 de julho de 2010 | 15h35

Uma explosão na sexta-feira atingiu o oleoduto e, então, deflagrou uma segunda explosão em um oleoduto adjacente. Não houve relato de feridos. Em comunicado, a estatal China National Petroleum Corp., proprietária dos oleodutos, disse que o petróleo parou de vazar depois que uma válvula foi fechada. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
explosãooleodutoChina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.