Barriga aos 40 aumenta risco de Alzheimer aos 70

Ter uma barriga avantajada nameia-idade aparentemente aumenta bastante o risco dedesenvolver o mal de Alzheimer ou outra forma de demênciadécadas depois, disseram pesquisadores na quarta-feira. Eles monitoraram, ao longo de uma média de 36 anos, 6.583pessoas com idades de 40 a 45 anos no início do estudo, quandoforam tomadas suas medidas abdominais. Quase 16 por cento deles acabaram desenvolvendo algum tipode demência, inclusive o mal de Alzheimer, ao chegarem à faixados 70 anos. A probabilidade triplicava para as pessoas queestavam entre as 20 por cento com barrigas maiores, emcomparação aos que estavam no grupo dos 20 por cento com amenor barriga. A dimensão da barriga se mostrou um indicador melhor do quesimplesmente o índice de massa corporal (indicador deobesidade), segundo os pesquisadores. "Se você tem duas pessoas que estão ambas 4,5 quilos acimado peso, e uma tem (o peso extra) no meio do corpo, e outra emtorno dos quadris, a pessoa que o carrega no meio precisa saberque está sob maior risco", disse Rachel Whitmer, cientista daDivisão de Pesquisa Kaiser Permanente, de Oakland, Califórnia,responsável pelo estudo. Já se sabia que o excesso de barriga em pessoas demeia-idade aumenta a propensão a diabete, derrame e ataquecardíaco. Segundo os pesquisadores, essa é a primeira vez quese estabelece uma ligação com o risco de demência, mesmo que apessoa esteja dentro do seu peso normal. O estudo foi publicado na revista Neurology. "Estamos de certa forma começando a entender os efeitosclínicos desses subprodutos da gordura", disse Whitmer. "Mas háevidências em nível molecular, em modelos animais e em estudospopulacionais de que a gordura abdominal pode ter um efeitonegativo sobre o cérebro." De acordo com Whitmer, a medição do abdome de idosos podenão ser um indicador tão preciso porque com a idade as pessoasnaturalmente tendem a perder massa muscular e óssea e aacumular gordura na barriga.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.