Base da União Africana é atacada na Somália

Ao menos seis pessoas morreram e outras 20 ficaram feridas ontem após um ataque da milícia radical islâmica Hezb al-Islam a uma das bases da União Africana (UA), em Mogadíscio, capital da Somália. A Hezb al-Islam acredita ter matado alguns dos soldados, mas Abdirasak Qeylow, porta-voz do governo, declarou que seus homens venceram os rebeldes islâmicos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.