Basra suspende cooperação com tropas britânicas

O Governo da província iraquiana de Basra, ao sul de Bagdá, suspendeu sua colaboração com as tropas britânicas devido a sua "atuação irresponsável", segundo fontes policiais locais."Essa decisão foi adotada em resposta às transgressões e excessos cometidos por esse contingente contra oficiais e membros das Forças de Segurança iraquianas", afirmou o chefe da Polícia de Basra, comandante Mohammed al-Musawi.Segundo Musawi, a decisão tomada pela província "servirá para que os britânicos alterem sua forma de agir com os organismos de segurança e os moradores de Basra", a segunda cidade mais importante do Iraque, depois da capital do país, Bagdá.Musawi afirmou que a disposição será mantida em vigor até que as tropas do Reino Unido investiguem as infrações e informem as autoridades de Basra sobre os resultados.A medida é adotada cinco dias depois que militares britânicos detiveram um grupo de policiais iraquianos que tentavam desativar uma bomba colocada em uma estrada. A rodovia era usada pelas tropas britânicas para chegar à base localizada no aeroporto de Basra.Há mais de 7 mil soldados britânicos mobilizados em Basra e em outras duas províncias do sul do Iraque, cuja população é majoritariamente xiita.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.