Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Batatas francesas podem voltar aos cardápios nos EUA

"Com os Estados Unidos necessitando de toda a ajuda que possam conseguir no Iraque, é tempo de engolir nosso orgulho e devolver aos franceses suas batatas", disse a deputada republicana Sheila Jackson Lee em discurso na Câmara. Líderes republicanos na Câmara, irritados com a oposição francesa à guerra dos EUA contra o Iraque, ordenaram em março a todos os restaurantes na Câmara a substituição do nome das batatas fritas (que em inglês são chamadas batatas francesas) por batatas da liberdade."Atrasos em reconstruir a boa vontade internacional estão custando vidas americanas no Iraque e bilhões de dólares aos contribuintes", escreveu Lee em documento, semana passada, publicado em um jornal do Congresso. "Um ato simbólico seria o de recolocar nas cafeterias e restaurantes da Câmara os tradicionais nomes em inglês - torradas francesas e batatas francesas".Mas o presidente do comitê de administração da Câmara, Bob Ney, que pediu a mudança do nome no cardápio com o republicano Walter Jones, garantiu que vai continuar brigando para que as batas não voltem ao nome original.

Agencia Estado,

16 de setembro de 2003 | 21h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.