Bayer propõe aumento da produção de cipro

A farmacêutica alemã Bayer está em conversação com empresas rivais sobre uma possível produção do antibiótico Cipro, que combate a bactéria antraz, em resposta às infecções nos Estados Unidos, informou, nesta quarta-feira, o porta-voz da companhia, Michael Diehl. "Estamos examinando outras possibilidades para aumentar a produção", disse ele. "Isto inclui conversações com outras fábricas". Diehl recusou-se a informar o nome das empresas rivais e a fornecer mais detalhes. A Barr Laboratories Inc., dos EUA, já informou que estaria disposta a fabricar o produto, caso fosse abastecida de ciprofloxacin, o ingrediente ativo do remédio, cuja patente nos EUA pertence à Bayer até 2003. A Bayer anunciou nesta quarta-feira que deve triplicar sua produção de cipro para os Estados Unidos, num momento em que autoridades de saúde apelam para a quebra da patente para que outras farmacêuticas possam produzir versões genéricas da droga. Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.