Bêbado invade zoo, senta em crocodilo e é mordido na Austrália

Com intenção de acariciar o animal, homem é ferido na perna e levado ao hospital para ser operado

Efe,

13 de julho de 2010 | 05h38

SYDNEY - Um homem sobreviveu a uma agressão de um crocodilo em um zoológico na Austrália após decidir, sob efeitos do álcool, entrar na jaula do réptil e sentar-se sobre ele, informou nesta terça-feira, 13, a imprensa local.

O homem, de 36 anos, foi expulso de um bar devido a seu estado de embriaguez, e depois se dirigiu ao Broome Crocodile Park, no noroeste do país, onde, após saltar uma cerca com arame farpado, se sentou sobre um crocodilo de água salgada, que mede cinco metros, pois "queria acariciá-lo".

Segundo a Polícia, o réptil reagiu mordendo o homem na perna, e depois o soltou. Aproveitando o vacilo, o invasor deixou a jaula.

"Teve muita sorte de sair vivo. Estes crocodilos são conhecidos pelo fato de não deixarem ninguém escapar quando mordem", disse o sargento Roger Haynes à rádio ABC.

Após o ataque, o homem, um turista do leste do país cuja identidade não foi divulgada, foi levado a um hospital, onde passou por uma cirurgia.

Os crocodilos de água salgada são os maiores répteis do mundo, e podem medir até sete metros.

Tudo o que sabemos sobre:
Bêbado, zoológico, Austrália

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.