Bebê é a 1ª vítima a ser enterrada em Christchurch

Um menino de cinco meses, a vítima mais jovem do terremoto que atingiu a Nova Zelândia na semana passada, foi hoje a primeira a ser enterrada. Parentes de luto seguravam bichos de pelúcia e envolveram seu pequeno caixão num cobertor. Baxtor Gowland estava dormindo em sua casa em Christchurch quando foi morto por um pedaço de alvenaria que o atingiu na última terça-feira, informou sua família. Ele morreu no hospital.

AE, Agência Estado

28 de fevereiro de 2011 | 19h43

Até o momento, as autoridades identificaram apenas oito das vítimas do terremoto, das quais duas, incluindo Gowland, são crianças pequenas. Há dificuldade na identificação dos mais de 150 corpos retirados dos escombros por causa da extensão dos ferimentos.

O número de mortos chegou a 154 "e nós esperamos que continue a subir, infelizmente", disse o inspetor de polícia Russell Gibson. Mais de 50 pessoas continuam desaparecidas uma semana depois de o tremor ter devastado a cidade. Os neozelandeses farão dois minutos de silêncio para marcar uma semana desde que o terremoto de magnitude 6,3 atingiu a cidade, matando mais de 200 pessoas e transformando o centro de Christchurch, a terceira maior cidade do país, numa pilha de escombros.

Dentre os mortos ou desaparecidos há dezenas de estudantes estrangeiros, a maioria japoneses e chineses, que frequentavam uma escola dentro do prédio que ruiu com 120 pessoas dentro. Outras 22 pessoas podem ter ficados presas nos escombros da catedral de Christchurch, a maioria turistas que subiam na torre do sino para apreciar a paisagem. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
terremotoenterroChristchurch

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.