Bebê resgatado com vida de escombros na Argélia

Um bebê de 18 meses foi resgatado dos escombros de um prédio que desabou por causa do terremoto que atingiu a Argélia na quarta-feira, de acordo com informações da rádio estatal argelina. O resgate ocorreu 36 horas depois do terremoto, em Bourmedes, área mais afetada do país, cerca de 50 quilômetros a leste da capital, Argel. "O pessoal de resgate, ajudado por alguns voluntários, puxou um bebê de um ano e meio dos escombros. A vida desse bebê milagroso não está mais em perigo", informou a rádio estatal. As autoridades acreditam que pelo menos 1,6 mil pessoas morreram e cerca de 7 mil ficaram feridas no terremoto. Três dias de luto foram decretados pelas vítimas da tragédia.A informação do resgate do bebê foi revelada em meio ao envio de uma força-tarefa internacional à região para auxiliar nos trabalhos de buscas por sobreviventes. Relatos indicam que centenas de pessoas ainda estariam presas sob os escombros."Infelizmente, ainda não terminamos de atualizar esses números cada vez mais trágicos", disse o primeiro-ministro argelino, Ahmed Ouyahia, ao visitar uma das áreas afetadas. Milhares de pessoas passaram uma segunda noite a céu aberto, na medida em que novos tremores continuavam a sacudir Argel. O epicentro do tremor, que atingiu 6,7 graus na escala Richter (aberta, cujo máximo já registrado foi 9,5), ocorreu em um local próximo à cidade de Thenia, que fica cerca de 60 quilômetros a leste da capital. Vários aviões militares têm se dirigido ao aeroporto de Argel, alguns com remédios, outros com times de resgate vindos de França, Áustria, Alemanha, Grã-Bretanha, Espanha, Rússia e Itália.As informações são do site da BBC em português. Para ler o noticiário da BBC, que é parceira do estadao.com.br, clique aqui.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.