Rafiq Maqbool/AP
Rafiq Maqbool/AP

Bebida alcoólica caseira mata pelo menos 94 em bairro pobre na Índia

Bebidas caseiras, frequentemente contendo metanol industrial venenoso, são populares entre os pobres porque são mais baratas

Abhishek Vishnoi e Rafael Nam, REUTERS

21 de junho de 2015 | 10h50

Uma bebida alcoólica caseira tóxica matou pelo menos 94 moradores de uma favela e levou mais de 45 pessoas a hospitais na capital financeira da Índia, Mumbai, de acordo com relatos da polícia no domingo, na mais recente tragédia provocada por bebidas ilícitas.

A polícia prendeu cinco pessoas ligadas às mortes, que começaram na quarta-feira, em um bairro ao oeste da cidade, na costa oeste da Índia.

"Mais de 150 pessoas consumiram essa bebida alcoólica. O número de mortos pode aumentar", disse Dhananjay Kulkarni, vice-comissário de polícia de Mumbai, acrescentando que oito policiais foram suspensos por suspeita de negligência.

Bebidas alcoólicas caseiras, frequentemente contendo metanol industrial venenoso, são populares entre os pobres da Índia, porque são baratas.

Mais de 140 pessoas morreram no Estado de Bengala Ocidental, no leste da Índia, em 2011, por terem consumido bebidas alcoólicas caseiras.

Tudo o que sabemos sobre:
Bebida alcoólicaÍndia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.