Becker, vencedor do Nobel de Economia, morre aos 83

Gary Becker, vencedor do Prêmio Nobel de Economia em 1992, morreu no sábado aos 83 anos de complicações após uma longa doença, informou o Mike Claffey, enteado do economista.

AE, Agência Estado

05 Maio 2014 | 01h24

Becker, professor da Universidade de Chicago, é creditado como o pioneiro na abordagem da economia como o estudo do comportamento humano. Antes de publicar suas ideias, no fim dos anos 1950, a maioria dos acadêmicos considerava que hábitos, emoções e irracionalidade eram os principais fatores para influenciar o comportamento humano, como nas decisões de ter filhos ou cometer crimes.

Ele aplicou a análise econômica a uma ampla gama de comportamentos humanos e interações. O professor de economia e sociologia estudou questões como casamento e divórcio, crime e punição, vício e decisões de família.

O fundamental de sua pesquisa é a teoria de que o comportamento humano segue os mesmos princípios racionais, seja nas decisões de família, de empresas ou de organizações. Visto inicialmente com ceticismo, seu trabalho influenciou a sociologia, a demografia e a criminologia. O mentor de Becker foi o também renomado economista Milton Friedman. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Euanobelmorte

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.