EFE
EFE

Belgrado recupera duas pinturas de Picasso roubadas em 2008 na Suíça

Obras, avaliadas em milhões de dólares, foram roubadas de uma galeria da localidade suíça de Pfaeffikon, perto de Zurique

O Estado de S.Paulo

27 de outubro de 2011 | 09h32

BELGRADO - A polícia da Sérvia recuperou duas pinturas de Pablo Picasso roubadas em 2008 de uma galeria da Suíça, informou o Ministério do Interior sérvio. As obras Tête de Cheval (Cabeça de cavalo) e Verre et Pichet (Copo e cântaro, na foto) foram encontradas em Belgrado. Segundo o ministério, as pinturas foram localizadas com a estreita colaboração da polícia da Suíça.

As obras, avaliadas em milhões de dólares, foram roubadas de uma galeria da localidade suíça de Pfaeffikon, perto de Zurique. O Ministério do Interior sérvio não informou onde as pinturas foram encontradas, mas declarou que investigadores estão tentando descobrir quem trouxe as obras para a Sérvia, quando e como.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.