Bem-vindos a Palestina, diz piloto da Alitália em Tel Aviv

Bem-vindos a Palestina, disse um piloto da Alitalia ao aterrissar nesta terça-feira em Tel Aviv, causando protestos entre os passageiros e funcionários israelenses da companhia, segundo informou um porta-voz da empresa."Não falamos com o capitão", disse Orly Segal, porta-voz da Alitália em Israel. "Mas se isso ocorreu, não deixaremos passar".O incidente ocorreu durante um vôo noturno entre Roma e Tel Aviv e causou indignação. Nesta terça-feira israelenses homenageam os 21.540 mortos em guerra desde 1860, ano em que os judeus começaram a construir edificações ao redor dos muros da cidade velha de Jerusalém. O estado de Israel foi fundado quase um século depois, em 1948.O porta-voz disse que funcionários israelenses da Alitalia enviaram uma carta de reclamação à sede da companhia em Roma exigindo uma explicação.Outro porta-voz da Alitalia em Roma disse que a empresa não faria inicialmente nenhum comentário, mas adiantou que estava analizando a situação. "Uma coisa está clara: o capitão não voará novamente a Israel", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.