, O Estado de S.Paulo

18 de fevereiro de 2011 | 00h00

O ex-presidente da Tunísia Zine al-Abidine Ben Ali encontra-se em estado grave num hospital na Arábia Saudita. A informação foi divulgada ontem por uma fonte saudita que pediu anonimato.

Ben Ali foi para a cidade de Jeddah, no Mar Vermelho, após ser deposto por manifestações populares e ter deixado a Tunísia em 14 de janeiro. Ele renunciou depois de 23 anos no cargo, deixando o poder interinamente nas mãos do primeiro-ministro Mohammed Ghannouchi.

A revolta na Tunísia inspirou outros movimentos populares em países como Egito - onde o presidente Hosni Mubarak também deixou o poder -, Iêmen, Bahrein, Argélia e Líbia.

De acordo com um amigo da família do ex-ditador, Ben Ali teria sofrido um derrame e estaria em coma.

O ex-presidente tunisiano, de 74 anos, entrou em coma "há dois dias", enquanto era tratado em um hospital de Jeddah após sofrer o derrame, informou o amigo. "Ele teve um derrame, seu quadro é sério", disse a fonte. / AFP e REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.