Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Joe Raedle / AFP
Joe Raedle / AFP

Ben Carson visita campo de refugiados sírios na Jordânia, diz jornal

Segundo conselheiros do pré-candidato republicano, viagem seria parte de um esforço para aumentar a compreensão a respeito da crise migratória

O Estado de S. Paulo

27 de novembro de 2015 | 11h41

WASHINGTON - O pré-candidato à presidência dos Estados Unidos Ben Carson faz nesta sexta-feira, 27, uma viagem à Jordânia para visitar um campo de refugiados sírios da Organização das Nações Unidas, segundo alguns veículos de comunicação.

Carson, um dos pré-candidatos com mais intenções de voto de acordo com pesquisas recentes, tem enfrentado uma avaliação cada vez maior com relação às suas referências em política externa em meio aos comentários sobre o papel da China na crise da Síria, e às suas observações comparando alguns refugiados sírios a cães raivosos.

O ex-neurocirurgião visitará um campo de refugiados sírios na cidade de Azraq, ao norte da Jordânia, segundo o jornal The New York Times. Enquanto estiver por lá, Carson deve visitar uma clínica e um hospital, informou a publicação.

Representantes da campanha do pré-candidato não foram encontrados para comentar sobre a viagem, que também foi confirmada pela rede NBC News.

De acordo com o The New York Times, agentes do Serviço Secreto dos EUA estariam viajando com Carson, que deve retornar ao país no domingo.

Carson, assim como outros pré-candidatos republicanos, tem criticado o plano do presidente Barack Obama que prevê admitir 10 mil refugiados sírios em 2016, e cita como risco possível a chegada de militantes extremistas.

Segundo conselheiros do ex-neurocirurgião, a viagem à Jordânia faz parte de um esforço para aumentar a compreensão a respeito da crise dos refugiados.

“Quero ouvir algumas das histórias deles, quero ouvir de alguns oficiais qual é a perspectiva deles”, disse o republicano, de acordo com o jornal. /REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.