Benazir quer influir no governo interino

A ex-primeira-ministra paquistanesa Benazir Bhutto, que fechou um acordo com o presidente Pervez Musharraf para voltar do exílio, negocia a entrada de membros de seu Partido Popular do Paquistão (PPP) no governo que dirigirá o país até as eleições legislativas de janeiro, informou uma fonte governamental. Benazir propôs o vice-líder do PPP, Makhdum Amim Fahim, como premiê interino e 30 membros do partido para cargos federais e provinciais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.