Benoît Hamon sai na frente em eleições primárias da França

Candidato deverá representar partido do atual presidente, François Hollande

O Estado de S. Paulo

22 Janeiro 2017 | 20h10

O Partido Socialista Francês (PSF) realizou neste domingo o primeiro turno das suas eleições primárias. Contrariando as previsões, Hamon, da ala esquerda do PSF, liderava a apuração, com 35,2% dos votos, à frente de Manuel Valls (31,6%), que se lançou na corrida presidencial depois que o atual presidente, François Hollande, com fraco desempenho nas pesquisas, optou por não tentar a reeleição.

Ele voltará a disputar a indicação com o ex-primeiro ministro Manuel Valls, em uma segunda rodada de votações no dia 29 de janeiro. Hamon, de 48 anos, foi demitido do governo do presidente François Hollande por criticar suas políticas econômicas.

"Se o resultado se confirmar, classificam-se para o segundo turno, no próximo domingo, Benoît Hamon e Manuel Valls", anunciou o presidente da autoridade que organiza as primárias, Thomas Clay.

A participação, de entre 1,5 milhão e 2 milhão de eleitores, foi inferior à registrada nas primárias de 2011, quando 2,7 milhões de eleitores escolheram François Hollande como seu candidato. Também ficou muito longe dos mais de 4 milhões de eleitores das primárias da direita, em novembro, que coroaram François Fillon como candidato dos conservadores.

Todas as pesquisas de opinião, no entanto, afirmam que o vencedor das primárias socialistas, seja ele quem for, não passará do primeiro turno das eleições presidenciais de abril. As pesquisas apontam uma disputa entre o ex-premier conservador François Fillon, a líder da extrema direita Marine Le Pen e o ex-ministro da Economia Emmanuel Macron. Um duelo Fillon-Le Pen no segundo turno, em maio, é o cenário mais provável. / AFP

Mais conteúdo sobre:
FrançaeleiçõesFrança

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.