Bento XVI confirma viagem a Israel, Jordânia e territórios palestinos

O papa Bento XVI anunciou ontem, após a tradicional bênção do meio-dia, na Praça de São Pedro, no Vaticano, que visitará a Terra Santa entre os dias 8 e 15 de maio, incluindo escalas na Jordânia, em Israel e nos territórios palestinos. Esta será a primeira viagem do papa à região, desde 2000.O Vaticano ainda não divulgou a programação completa da viagem, mas o papa disse que vai visitar as cidades onde Jesus viveu, como Belém e Nazaré, e que rezará "pelo precioso presente de unidade e paz no Oriente Médio e por toda a humanidade". Bento XVI também pediu apoio espiritual aos fiéis para a sua peregrinação à Terra Santa e sua viagem a Camarões e Angola, na África, entre os dias 17 e 23.O roteiro ao Oriente Médio deve incluir ainda o maior mosteiro da Jordânia, na capital, Amã, e o memorial do Holocausto, Yad Vashem, em Jerusalém. O presidente de Israel, Shimon Peres, que havia feito o convite ao pontífice, qualificou a viagem como "um acontecimento importante e emocionante, que emana um sopro de paz e esperança".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.