Bento XVI diz estar seguindo um pedido de Deus

O papa Bento XVI procurou tranquilizar os fiéis de que não estava abandonando a Igreja durante seu último Ângelus, que foi acompanhado neste domingo por milhares de pessoas na Praça São Pedro, no Vaticano. O papa, de 85 anos, deixará o cargo na próxima quinta-feira (dia 28), se tornando o primeiro a renunciar ao cargo em 600 anos, após afirmar que não tem mais força mental, ou física, para liderar 1,2 bilhão de católicos no mundo.

AE, Agência Estado

24 de fevereiro de 2013 | 11h10

Embora ele tem parecido cansado e frágil ultimamente, a multidão que encheu a praça de paralelepípedos parecia energizá-lo, e ele falou com voz clara, forte, agradecendo repetidamente aos fiéis pela sua proximidade e afeto, à medida que era interrompido, inúmeras vezes, com aplausos e vivas. Segundo estimativas da política, cerca de 100 mil pessoas estavam presentes.

Bento XVI disse à multidão que Deus estava pedindo para que ele se dedicasse "ainda mais à oração e à medição", o que ele fará em um mosteiro isolado que está sendo reformado para ele nos terrenos atrás dos muros antigos da Cidade do Vaticano.

"Mas isso não significa que estou abandonando a Igreja", disse o papa, enquanto muitos na multidão pareciam tristes com sua partida. "Ao contrário, se Deus me pede, é porque eu posso continuar a servi-lo (a Igreja) com a mesmo dedicação e o mesmo amor que eu tentei fazê-lo até agora, mas de uma forma mais adequada à minha idade e à minha força." A palavra "tentei" foi uma adição do papa ao texto preparado para a bênção final.

O papa sorriu para a multidão após um assessor separar a cortina branca em sua

janela, dizendo ao povo "obrigado pelo seu carinho".

Uma chuva forte tinha sido prevista para Roma, e alguns chuviscos ocorreram no início da manhã. Mas quando Bento XVI apareceu, ao tocar dos sinos e enquanto o relógio marcava meio-dia, o céu azul aparecia por entre nuvens. "Nós agradecemos a Deus pelo sol que ele nos deu", afirmou o papa, parecendo alegre.

Enquanto os aplausos continuaram da multidão, o pontífice simplesmente se afastou da janela e deu um passo para trás no apartamento, do qual ele vai sair na quinta-feira, pegando um helicóptero para a residência de verão do Vaticano nas colinas fora de Roma enquanto espera o mosteiro ficar pronto.

Bento XVI fará mais uma aparição pública em uma audiência geral na quarta-feira na Praça de São Pedro. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Bento XVIpapaVaticano

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.