Bento XVI e Mubarak discutem situação de Iraque e Irã

O papa Bento XVI recebeu nesta segunda-feira o presidente do Egito, Hosni Mubarak, no Vaticano, onde falaram sobre a situação geral no Oriente Médio e, especialmente, do Iraque e do Irã, informou o porta-voz da Santa Sé, Joaquín Navarro Valls. A audiência entre o Pontífice e Mubarak, que estava acompanhado por quatro ministros e pela embaixadora egípcia no Vaticano, durou meia hora, segundo Valls, que qualificou a conversa entre ambos de "cordial". O porta-voz disse que a entrevista começou com a constatação das boas relações entre a Santa Sé e a República Árabe do Egito e da situação das relações inter-religiosas naquele país. "O encontro permitiu revisar os temas relativos às perspectivas de uma paz estável no Oriente Médio. Tiveram um profundo intercâmbio de idéias sobre a situação no Iraque e também discutiram os assuntos relacionados ao Irã", concluiu o porta-voz. Mubarak, que chegou segunda-feira a Roma, procedente de Viena, como parte de uma viagem européia que iniciou a semana passada, foi recebido à entrada do Vaticano por 12 guardas suíços. Bento XVI presenteou a Mubarak e seus acompanhantes com medalhas do Pontificado e um rosário à única mulher presente. Mubarak, por sua vez, entregou ao Papa uma caixa de prata com uma inscrição em árabe. Por ocasião da chegada de Mubarak a Roma se reforçaram as medidas de segurança na cidade, especialmente na Via da Conciliação, que conduz ao Vaticano, de onde foram retirados todos os veículos estacionados.

Agencia Estado,

13 Março 2006 | 18h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.