Bento XVI faz novo apelo para fim da violência na Síria

Durante prece, religioso pediu que as partes busquem acordo político para encerrar o sangrento conflito

PAULA MOURA, Agência Estado

29 de julho de 2012 | 11h57

CIDADE DO VATICANO - O papa Bento XVI fez um apelo urgente para o fim de "toda violência e derramamento de sangue" na Síria. Em sua prece dominical Angelus, ele pediu que todas as partes, inclusive a comunidade internacional, não poupem esforços na busca da paz e de um acordo político para o conflito.

De sua residência de verão em Castel Gandolfo, Bento XVI disse que ele continua "a acompanhar com preocupação os episódios trágicos e o aumento da violência na Síria".

O papa já se pronunciou várias vezes sobre o conflito, que começou em março de 2011 com um levante popular e evoluiu para uma guerra civil. As informações são da Associates Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.