Bento XVI pede assistência médica adequada a doentes

O papa Bento XVI pediu hoje uma assistência médica adequada para todos os doentes, especialmente para aqueles que, além de estar doentes, estão sozinhos, marginalizados, ou são miseráveis.O Pontífice fez estas declarações diante de milhares de pessoas que assistiram na praça de São Pedro à reza do Ângelus, na qual Bento XVI lembrou que no sábado, dia de Nossa Senhora de Lourdes, se comemorou o Dia Mundial do Doente, dedicado este ano ao tema "sempre urgente" da saúde mental.O Bispo de Roma afirmou que a doença é "típica" da condição humana e que Cristo é o verdadeiro médico da humanidade, "a quem o Pai enviou ao mundo para curar o homem, marcado no corpo e na alma pelo pecado e suas conseqüências".Referindo-se às doenças, Bento XVI disse que a saúde mental sempre é um "tema urgente" e agradeceu aos hospitais e aos outros centros de cura que cuidam dos doentes e trabalham para sua recuperação.Bento XVI encorajou todos os doentes e pediu uma assistência médica adequada para eles e a caridade fraterna "concreta e solidária".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.