Bento XVI pede libertação de sacerdote seqüestrado em Bagdá

O Papa Bento XVI pediu a libertação do sacerdote cristão Saad Syrop Haana, seqüestrado em Bagdá na última terça-feira, informou neste sábado o Vaticano.O chamado está em um telegrama enviado pelo secretário de Estado do Vaticano, o cardeal Angelo Sodano, a Emmanuel III Delly, patriarca da Babilônia da Igreja Católica."Profundamente entristecido pelo seqüestro do padre Saad Syrop, o Santo Padre me pede que assegure a todos os seus pastores e paroquianos sua proximidade espiritual e sua solidariedade", assegura o telegrama divulgado pela Santa Sé.Sodano indica que o Papa faz um chamado "aos seqüestradores para que libertem o jovem sacerdote imediatamente para que possa retornar ao serviço de Deus, à comunidade cristã e a seus compatriotas".O cardeal afirma que o Pontífice tem em seus pensamentos "todas as vítimas dos seqüestros" no Iraque e que reza para que este terrível acontecimento e o derramamento diário de sangue "cheguem a um final".Bento XVI também "anima todos os membros da comunidade católica a que continuem trabalhando juntos com todos os fiéis e com as pessoas de boa vontade para chegar a um futuro de harmonia e coexistência pacífica na querida nação do Iraque".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.