Berberes protestam por direitos em Argel

Mais de 100.000 pessoas marcharam nesta quinta-feira pelas ruas centrais de Argel para pedir maiores direitos para a minoria berbere.O protesto foi organizado pela Frente das Forças Socialistas (FFS) para marcar sua oposição à maneira como o governo enfrenta os conflitos na região de Kabyle, onde vivem os berberes.A demonstração terminou sem maiores incidentes, apenas com alguns manifestantes jogando pedaços de pau no prédio do Teatro Nacional Argelino e numa agência do Banco da Argélia.A FFS exige uma investigação internacional sobre os conflitos gerados depois que um adolescente sob custódia da polícia foi morto na região.A violência em Kabyle está em seu pior momento nos nove anos de insurgência islâmica. Mais de 100.000 pessoas já morreram desde o início dos conflitos, em 1992.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.