Berlim tem manifestação contra uso da energia nuclear

Milhares de pessoas participaram de uma manifestação, neste sábado, na capital alemã para exigir o imediato encerramento do uso de energia nuclear. O protesto aconteceu três semanas antes das eleições parlamentares no país.

AE-AP, Agencia Estado

05 de setembro de 2009 | 20h40

O governo planeja fechar as 17 usinas nucleares alemãs até 2021, mas os manifestantes dizem que eles deveriam ser fechadas antes e querem se assegurar que o futuro governo não vai reverter essa decisão.

"Nós queremos ter certeza que mesmo após a eleição fique claro que não queremos continuar a contar com a energia nuclear, independentemente do partido que estiver no governo", disse Thomas Auer, do grupo ambientalista Robin Wood, que ajudou a organizar o protesto.

"Voto em Merkel é um voto pela energia nuclear", lia-se numa placa, uma referência aos temores de que se Angela Merkel for escolhida para permanecer no cargo seu governo pode estender o uso desse tipo de energia. Cerca de 20% da energia usada na Alemanha é gerada em usinas nucleares.

Tudo o que sabemos sobre:
Alemanhaprotestoenergia nuclear

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.