Berlusconi assume chefia dos serviços secretos

O primeiro-ministro Silvio Berlusconi anunciou que exercerá também o cargo de chefe dos serviços secretos. A decisão foi adotada quando ele deixou o cargo de ministro das Relações Exteriores, que há dez meses vinha acumulando com o de chefe do governo. A chancelaria ficará a cargo de Franco Frattini, que deixou o Ministério da Atividade Pública. Com sua nomeação, Frattini, com 45 anos, se converte no chanceler mais jovem dos 56 anos da república italiana. Luigi Mazzella foi o escolhido para substituir Frattini no Ministério da Atividade Pública.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.