Berlusconi começa a cumprir pena de prestar serviços comunitários

Ex-premiê italiano ficou quatro horas em uma fundação que cuida de pessoas com Alzheimer em Milão

O Estado de S. Paulo,

09 Maio 2014 | 09h52

Berlusconi deixa fundação após prestar serviço comunitário - Foto: Stefano Rellandini/Reuters

CESANO BOSCONE, ITÁLIA - O ex-primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, começou nesta sexta-feira, 9, a prestar serviços comunitários como parte de sua sentença por fraude fiscal. O ex-premiê ficou quatro horas no centro para pessoas com Alzheimer da Fundação Sagrada Família de Milão.

Berlusconi sorriu e saudou jornalistas ao sair da fundação e disse que estudou tratamentos relacionados com a doença para poder dar uma assistência melhor aos pacientes.

O ex-premiê e fundador do partido Força Itália foi autorizado no dia 15 de abril a realizar trabalhos sociais por um ano em substituição ao um ano de prisão a que foi condenado. A lei italiana permite que a prisão não seja cumprida em razão da idade de Berlusconi (77 anos).

Berlusconi só pode sair da sua residência em Lombardía, Milão, de terça a quinta-feira para ir até a outra casa que possui, em Roma, e com a obrigação de voltar até 23h. / AP e EFE 

Mais conteúdo sobre:
Silvio Berlusconi itália

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.