Berlusconi diz que finalmente Itália terá novo governo

O ex-primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, diz acreditar que a Itália vai finalmente formar um governo neste sábado, em uma ampla coalizão que trará os conservadores de volta ao poder.

Agência Estado

27 de abril de 2013 | 10h09

O magnata das comunicações também disse a jornalistas em Roma, neste sábado, que ele não seria parte do gabinete chefiado pelo líder de centro-esquerda, Enrico Letta. Letta, que é sobrinho de um assessor de Berlusconi de longa data, reuniu-se anteriormente com o ex-primeiro-ministro por duas horas, quando os dois rivais discutiram postos para o gabinete.

O líder de centro-esquerda recebeu a tarefa do presidente italiano, Giorgio Napolitano, de formar um novo governo de coalizão e negociar com blocos opositores na expectativa de chegar a um consenso para encerrar as crises política e econômica do país.

Enrico Letta iniciou as consultas nesta quinta-feira, um dia depois de ter sido escolhido primeiro-ministro indicado. Ele iniciou as negociações com antigos aliados da esquerda, que não devem apoiar seus esforços, porque o governo vai incluir os conservadores ligados à Berlusconi. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Enrico LettaGiorgio Napolitano

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.