Berlusconi diz que tentou convencer Bush a evitar a guerra

O primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, afirmou hoje (14) que tentou demover o presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, de lançar uma guerra contra o Iraque. "Eu não apoiei todas ações dos Estados Unidos. Eu tentei persuadi-los a não intervirem militarmente", disse Berlusconi. "Mas quando vi que não havia como (evitar a guerra), eu fiquei com os Estados Unidos". A declaração de Berlusconi foi uma surpresa já que ele tem sido um decidido aliado da administração Bush no conflito e é um dos líderes da Europa que contribuiram com tropas para a reconstrução do Iraque. Berlusconi alegou que seu apoio aos EUA foi em parte motivado pela gratidão pelos americanos terem salvado a Europa do nazismo e do comunismo no último século. Ele pediu à Europa para não esquecer esses sacrifícios, e demonstrar "lealdade".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.