Berlusconi é absolvido da acusação de abuso de menor

Em decisão inesperada, a corte de apelação de Milão reverteu a condenação do ex-primeiro-ministro da Itália Silvio Berlusconi por pagar uma garota menor de idade por sexo e por abuso de poder ao tentar encobrir o caso.

Agência Estado

18 de julho de 2014 | 13h32

O político e bilionário havia sido condenado a sete anos de prisão em 2013. Os promotores italianos ainda podem recorrer da absolvição desta sexta-feira na corte suprema do país. A decisão definitiva não deve sair antes do fim do ano.

"Estou profundamente comovido. Só aqueles que estiveram ao meu lado ano passado sabem o quanto sofri por essa acusação injusta", declarou Berlusconi em comunicado divulgado após a absolvição desta sexta-feira.

"A Decisão vai além das nossas expectativas", disse o advogado de Berlusconi, Franco Coppi, a repórteres após a audiência. "Isso demonstra que a última decisão era indefensável", acrescentou. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
ItáliaBerlusconi

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.