Berlusconi é absolvido em caso de corrupção

O máximo tribunal italiano confirmou a absolvição do primeiro-ministro Silvio Berlusconi em um caso no qual foi acusado de pagar subornos durante a aquisição do grupo editorial Arnoldo Mondadori, no início da década de 90. O Tribunal de Cassação de Roma confirmou a decisão emitida em 12 de maio por um tribunal de apelações de Milão, segundo o qual o prazo para julgar o delito estaria prescrito, informou hoje a imprensa italiana. O tribunal rejeitou o pedido de Berlusconi para que o caso fosse arquivado por falta de mérito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.