AP
AP

Berlusconi é cassado na Itália

Condenado por fraude fiscal, ex-premiê perde o mandato de senador

O Estado de S. Paulo,

27 de novembro de 2013 | 15h02

ROMA - O Senado italiano cassou nesta quarta-feira, 27, o mandato de senador do ex-primeiro-ministro Silvio Berlusconi, condenado à prisão por fraude fiscal.  O Supremo Tribunal italiano manteve, em 1º de agosto, a sentença de quatro anos de prisão para de Berlusconi por fraude fiscal.

Berlusconi diz que os magistrados italianos, que o acusam de vários crimes, dentre eles fraude fiscal e de ter mantido relações sexuais com uma menor, são uma ferramenta da oposição de esquerda. Ele costuma descrever seus problemas judiciais como parte de um "golpe de Estado" que tem como objetivo eliminar o principal líder do bloco conservador italiano.

"Todos os que sabem o que está acontecendo e estão preocupados sairão hoje, não tanto para me defender, mas porque prezam o futuro do país e nossa liberdade", declarou Berlusconi na noite de terça-feira durante um talk show transmitido por um dos três canais de televisão dos quais é dono. "A manifestação...é apenas o começo."

A perda do mandato parlamentar representa o mais recente retrocesso sofrido por ele neste ano. Em meados do mês seu partido se dividiu, em parte por causa de seus problemas com a Justiça, o que o deixou com um grupo parlamentar menor. A situação priva Berlusconi do papel de influência que ele tinha até recentemente na coalizão liderada por Letta.  / AP E REUTERS

Mais conteúdo sobre:
Silvio Berlusconi

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.