Julien Warnand/EFE/EPA
Julien Warnand/EFE/EPA

Berlusconi é diagnosticado com covid-19

Ex-premiê italiano é assintomático e continua trabalhando de sua residência em Arcore, afirmou médico da família

Redação, O Estado de S.Paulo

02 de setembro de 2020 | 18h13

ROMA - Silvio Berlusconi, ex-primeiro ministro da Itália, testou positivo para o novo coronavírus, divulgou nesta quarta-feira, 2, a imprensa italiana, citando fontes de seu partido, o Forza Italia.

Berlusconi, que completará 84 anos no final do mês, fez dois exames com resultado positivo, mas "continua trabalhando de sua residência em Arcore", nos arredores de Milão, "onde passará o período de isolamento previsto", segundo fontes citadas pela agência AGI.

“Ele é assintomático”, disse seu médico, Alberto Zangrillo, que também é diretor do Departamento de Anestesia e Reanimação de um grande hospital de Milão, ao jornal La Repubblica.

O ex-premiê havia feito um primeiro teste em 25 de agosto, ao retornar de suas férias na ilha de Sardenha, onde tem uma enorme e luxuosa propriedade, mas o resultado havia sido negativo. Ele foi testado novamente após pessoas com quem esteve na ilha serem diagnosticas com a doença.

Entre elas, está o empresário Flavio Briatore, dono da casa noturna de luxo Billionaire, que foi fechada em agosto após o registro de seis casos positivos de coronavírus entre funcionários.

Berlusconi deixou Milão no final de fevereiro, quando a epidemia estava começando a atingir a Itália, e viajou para sua casa em Châteauneuf-Grasse, no sudoeste da França.

Mensagens de solidariedade ao ex-chefe do governo italiano chegam de todos os lados, tanto da esquerda quanto da direita. Matteo Salvini, chefe da Liga (partido de extrema direita), enviou-lhe desejos de uma recuperação rápida, enquanto Matteo Renzi, ex-premiê italiano de esquerda, desejou que ele "retorne logo" à arena política. /AFP

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.