Berlusconi enfrenta novas acusações de promotores

Em um documento publicado no site do Parlamento italiano, promotores de Milão acusam o primeiro-ministro Silvio Berlusconi de ter mantido relações sexuais com um "número significativo de jovens prostitutas". Segundo eles, o premiê teria oferecido dinheiro às mulheres ou permitido que elas morassem em suas propriedades.

, O Estado de S.Paulo

19 de janeiro de 2011 | 00h00

Em pelo menos duas ocasiões, os promotores já teriam como provar o pagamento de 10 mil feitos por meio de transferências bancárias realizadas pelo próprio Berlusconi a jovens que participavam de suas festas.

Berlusconi, de 74 anos, está sendo investigado também por sua ligação com Karima El Mahroug, conhecida como Ruby, uma dançarina marroquina de 17 anos. Ele teria dado dinheiro à jovem em troca de sexo, o que caracterizaria prostituição de menor.

No mesmo documento, os promotores afirmam que Nicole Minetti, uma ex-assistente de dentista que hoje trabalha no governo, seria uma das responsáveis por procurar as prostitutas menores de idade para o premiê.

Berlusconi negou as acusações e disse que está "sereno" e "se divertindo" com o caso. "Renúncia? Vocês estão loucos", declarou o premiê. "É um absurdo até mesmo pensar que eu pagaria para praticar sexo com uma mulher. Seria degradante."

Ontem, o premiê recebeu duras críticas do sindicato dos policiais. O motivo é o relato de testemunhas que afirmam que uniformes da polícia italiana teriam sido usados em "jogos eróticos" em uma de suas mansões na cidade de Arcore, na Lombardia.

Líderes opositores pediram ontem a cabeça do premiê. "Como a vida privada de Berlusconi parece ser tão intensa, ele deveria retornar a ela", disse Pierluigi Bersani, do Partido Democrata. Em dezembro, Berlusconi sobreviveu por pouco a um voto de desconfiança no Parlamento. / AP

PARA LEMBRAR

Em 2009, o empresário Giampaolo Tarantini afirmou ter levado mais de 30 prostitutas a festas "regadas a cocaína" na casa de Berlusconi. Fotos de uma dessas "orgias" mostram o ex-premiê checo Mirek Topolanek nu ao lado de uma modelo também sem roupas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.