Berlusconi ficará mais um dia internado, diz médico

O primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, está com dificuldade para comer e permanecerá internado por pelo menos mais um dia, afirma o mais recente boletim do hospital San Raffaele. O médico Alberto Zangrillo disse que não haverá necessidade de cirurgia, mas que Berlusconi precisará ficar no hospital pelo menos até amanhã.

AE-AP, Agencia Estado

14 de dezembro de 2009 | 10h37

O documento divulgado hoje confirma que o primeiro-ministro teve o nariz e dois dentes quebrados ao ser agredido, enquanto distribuía autógrafos em evento em Milão, por um homem com uma estatueta. De acordo com o boletim, Berlusconi está sendo tratado com antibióticos e analgésicos porque a dor é "persistente".

Tudo o que sabemos sobre:
ItáliaBerlusconiagressão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.