Berlusconi forma governo na Itália

O magnata da mídia Silvio Berlusconi foi proclamado hoje primeiro-ministro, depois de formar o 59º governo italiano do pós-guerra. Seu gabinete foi formado por antigos assessores e membros de sua coalizão conservadora. Berlusconi assume o cargo pela segunda vez, após ter apresentado seu gabinete ao presidente Carlo Azeglio Ciampi, que o aprovou durante uma reunião de 20 minutos no palácio presidencial. ?Sinto-me satisfeito por ter unido uma equipe excelente... que pode assegurar a inovação, a liberdade e o bem-estar social para todos os cidadãos", disse hoje o novo primeiro-ministro.Entre os selecionados por Berlusconi está o ex-diretor da Organização Mundial do Comércio, Renato Ruggiero, que encabeçará o Ministério do Exterior. Para satisfazer os membros de sua coalizão, Berlusconi escolheu como vice-premier Gianfranco Fini - líder da Aliança Nacional, que anteriormente tivera filiação fascista -, e Roberto Castelli, da outrora separatista Liga Norte, como ministro da Justiça.Umberto Bossi, líder da Liga Norte, que pressiona o governo central para que ceda mais poderes aos governos locais, ingressou no governo como ministro das Reformas. O novo governo prestará juramento amanhã. Depois, deverá ser aprovado pelo Congresso e o Senado, onde os conservadores obtiveram uma sólida maioria nas eleições nacionais de 13 de maio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.