Berlusconi insiste que tem apoio do Parlamento da Itália

O primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, insistiu que seu governo tem apoio suficiente no Parlamento para implementar medidas urgentemente necessárias para salvar o país do desastre financeiro. Em uma reunião política da qual participou por áudio, Berlusconi disse que seu governo "tem os números" para aprovar reformas que, ele prometeu, irão impulsionar a economia estagnada da Itália e controlar a dívida do governo. Berlusconi também rejeitou pedidos para que deixe o poder para abrir caminho para o que ele chamou de um premiê "marionete".

AE, Agência Estado

06 de novembro de 2011 | 14h09

Recentemente, deserções vêm enfraquecendo o poder do governo de coalizão de Berlusconi, mas o primeiro-ministro afirma que é melhor para o país que ele se mantenha no governo, em vez de realizar eleições antecipadas. Se a base de Berlusconi não obtiver apoio na votação sobre as medidas econômicas, o presidente da Itália, Giorgio Napolitano, pode decidir que é hora de um novo governo e possivelmente vai ampliar a coalizão. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
ItáliaBerlusconicriseUE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.