Berlusconi pode aceitar eleições antecipadas

O premiê italiano, Silvio Berlusconi, afirmou ontem que aceitará eleições antecipadas em dezembro caso perca o apoio do Parlamento. Depois da ruptura, em julho, com seu aliado Gianfranco Fini, atual presidente da Câmara dos Deputados, Berlusconi perdeu a maioria parlamentar. Para tirar a Itália da crise política, o primeiro-ministro propôs submeter um novo programa de governo ao Parlamento, que poderia mantê-lo no cargo pelo menos até 2013, quando haverá nova eleição.

, O Estado de S.Paulo

21 de agosto de 2010 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.