Berlusconi pode ser investigado por crime financeiro

O primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, pode estar sendo investigado por informação privilegiada e outros crimes financeiros ligados à fracassada aquisição da companhia aérea Alitalia, disse Francesco D''Agata, advogado que abriu um processo sobre o caso há anos. "Segundo minhas informações, Berlusconi está sendo investigado por crimes financeiros", disse D''Agata, por telefone.

AE, Agência Estado

31 de dezembro de 2010 | 10h21

Ele acrescentou que vários clientes abriram processos há alguns meses pedindo indenizações por prejuízos sofridos por causa da fracassada venda da Alitalia para a empresa francesa Air France.

D''Agata disse que o processo começou em Lecce, cidade ao sul da Itália, e que Berlusconi está sendo investigado pelo tribunal local. Todos os documentos necessários foram enviados aos promotores em Roma, acrescentou.

O promotor Cataldo Motta, de Lecce, disse, também em entrevista por telefone, que não está a par de qualquer investigação sobre o primeiro-ministro. Pelas leis italianas, ele não pode comentar sobre estes casos, acrescentou. Um porta-voz de Berlusconi não quis fazer comentários. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.