Berlusconi prepara volta ao poder na Itália

De acordo com aliados próximos do ex-primeiro-ministro, ele encabeçará a lista de seu partido nas eleições legislativas italianas do ano que vem

ROMA, O Estado de S.Paulo

12 de julho de 2012 | 03h01

O ex-premiê italiano Silvio Berlusconi será candidato ao cargo novamente pelo Povo da Liberdade (PDL), em 2013. O anúncio foi feito ontem por Angelino Alfano, ministro da Justiça no governo de Berlusconi e visto como seu sucessor dentro da estrutura do partido. "Há um grande movimento em apoio a Berlusconi. Muitos estão pedindo que ele concorra. E estou entre eles", disse o secretário-geral do PDL,Angelino Alfano.

O jornal Corriere della Sera, sem citar fontes e com base nas pesquisas favoráveis ao ex-premiê, também disse que Berlusconi encabeçará a lista do PDL nas eleições legislativas de 2013. "A decisão está tomada. Berlusconi apresentará novamente sua candidatura a premiê", afirma o jornal.

Segundo o diário, Berlusconi, que está acompanhando de perto as pesquisas de opinião, chegou à conclusão de que seu partido tem mais chances de conseguir uma maioria legislativa com seu apoio.

Nos últimos meses, o ex-primeiro-ministro descartou seguidas vezes a possibilidade de retornar à política italiana. Berlusconi deixou o governo sob uma avalanche de escândalos e após um agravamento da crise financeira da Itália. O magnata da mídia, de 75 anos, ainda responde a alguns processos, entre eles o de abuso de poder, fraude fiscal e a acusação de ter contratado uma prostituta menor de idade.

No entanto, nos últimos dias, Berlusconi fez vários comentários indicando que estaria interessado em voltar. O ex-premiê tem feito duras críticas ao euro. No dia 20, ele disse que a Itália deveria pensar em deixar a união monetária a menos que a Alemanha concorde em permitir que o Banco Central Europeu atue como garantidor de uma dívida soberana e imprima dinheiro para recuperar a economia. / REUTERS e AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.