Berlusconi promete devolver imposto se vencer eleições

O magnata da mídia Silvio Berlusconi prometeu aos italianos neste domingo que, se vencer as eleições marcadas para 24 e 25 de fevereiro, vai abolir o impopular imposto sobre as primeiras residências e devolver impostos sobre propriedade que o governo do primeiro-ministro Mario Monti os fez pagar em 2012, como medida de austeridade para tirar o país da crise de dívida da zona do euro.

PATRÍCIA BRAGA, Agência Estado

03 de fevereiro de 2013 | 20h17

Berlusconi aboliu o imposto em 2008, quando foi eleito para o terceiro mandado como primeiro-ministro em uma campanha cheia de promessas. Mas o imposto voltou se cobrado imediatamente após Monti, um economista e ex-comissário da União Europeia, o substituir no posto em 2011, quando a Itália estava imersa em crise de dívida.

Berlusconi é um populista de 76 anos tentando voltar à política apesar da recente condenação criminal por fraude de impostos e outras acusações judiciais, incluindo um julgamento em que ele foi acusado por ter pago para fazer sexo com uma adolescente. Ele afirma ser vítima inocente dos promotores que, segundo ele, simpatizam com a esquerda.

Ele falou a uma plateia de apoiadores em Milão que o imposto sobre propriedade assombrou os italianos que tiveram de cortar gastos e investimentos, agravando a crise econômica na Itália. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
ItáliaeleiçõesSilvio Berlusconi

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.