Berlusconi propõe ´Plano Marshall´ para palestinos

O primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, afirmou nesta terça-feira que os ataques aéreos liderados pelos Estados Unidos foram "um ato de justiça contra a barbárie e o terrorismo" e prometeu novamente que a Itália faria a sua parte na campanha antiterror. Em discurso no Senado, Berlusconi também propôs a criação de uma espécie de "Plano Marshall" para os palestinos, com o apoio do Ocidente. O plano, afirmou, incluiria trazer fábricas e investimentos estrangeiros para os territórios palestinos, criando empregos, ruas, escolas e hospitais. "Não é possível esperar pela paz", disse Berlusconi. Os comentários do primeiro-ministro italiano surgiram no momento em que ele se prepara para encontrar o rei Abdullah II, da Jordânia, nesta sexta-feira, em Roma. Na segunda-feira, Berlusconi deve se encontrar com o presidente americano, George W. Bush. Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.