Berlusconi quer ser ministro da Economia

O ex-primeiro-ministro italiano Silvio Berlusconi, líder do Partido da Liberdade (PDL), anunciou ontem em Roma que, em caso de vitória nas eleições parlamentares de 24 e 25 fevereiro, ele não será chefe de governo, mas sim ministro da Economia. A opção foi definida em um acordo com o partido de extrema direita Liga Norte. Os dois partidos, que governaram em coalizão a Itália entre 2008 e 2011, farão uma campanha conjunta na disputa pela sucessão do primeiro-ministro Mario Monti.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.