Berlusconi reaparece e prevê novas eleições

O líder da oposição italiana Silvio Berlusconi afirmou neste domingo na sulina cidade de Nápoles que o governo de Romano Prodi não chegará ao final da legislatura, que haverá eleições "em breve" e que, segundo os dados que possui, os conservadores têm seis pontos de diferença em relação à centro-esquerda.Após alguns meses de relativo silêncio, o ex-primeiro-ministro "reapareceu" perante seus seguidores e o fez "em grande estilo", com duros ataques a Prodi e à coalizão que o apóia, assegurando que as "fortes diferenças internas" levarão à queda do Executivo "por implosão".Berlusconi acrescentou que o governo é "muito perigoso" para a Itália, e assegurou aos milhares de seguidores que assistiram à reunião do partido em Nápoles que farão uma dura oposição no Parlamento e que, se for necessário, sairão "às ruas também".O ex-premier se mostrou convencido de que o orçamento que o governo prepara para o próximo ano levará as pessoas a se manifestar pelas ruas da Itália.O líder conservador ressaltou o "forte poder" dos comunistas dentro da coalizão governamental, e afirmou que "ainda mostram hostilidade à propriedade privada e querem um Estado burocratizado".Berlusconi também disse que a centro-direita está compacta e preparada para ir de maneira antecipada - "em breve", assegurou - às urnas. Ele disse ainda que segundo as pesquisas que detém neste momento a oposição tem seis pontos de diferença em relação à coalizão no poder.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.