Berlusconi será julgado em separado por suborno

A Justiça de Milão decidiu retirar o primeiro-ministro Silvio Berlusconi de um processo coletivo por corrupção e julgá-lo em separado. Autoridades judiciais explicaram que o premier deixou de comparecer a várias audiências, alegando compromissos políticos. Berlusconi reagiu com indignação, embora temporariamente esteja livre da ameaça de condenação que pesa sobre os demais acusados. A decisão significa também que o julgamento de Berlusconi por suposto suborno de juízes na década de 80 (antes de seu ingresso na política) para ter o controle de uma estatal vai reiniciar do "ponto zero".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.