Berlusconi visita Kadafi na Líbia

O primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, prometeu ao líder líbio Muamar Kadafi que o ajudará a normalizar as relações do país norte-africano com os Estados Unidos. Berlusconi conversou com jornalistas depois de transformar-se no primeiro chefe de Estado ocidental a conversar pessoalmente com Kadafi desde 19 de novembro, quando o líder líbio anunciou que seu governo abandonaria todos os programas de armas de destruição em massa.Berlusconi elogiou a decisão líbia de abandonar seus programas bélicos não-convencionais e permitir que inspetores internacionais inspecionem essas ações. Segundo ele, agora a Itália pode contar com a Líbia como força de estabilidade e segurança no Mar Mediterrâneo, e o país também seria capaz de cooperar com o combate internacional ao terrorismo e à imigração ilegal.As discussões entre Berlusconi e Kadafi foram realizadas ao mesmo tempo em que o primeiro-ministro da Grã-Bretanha, Tony Blair, reunia-se em Londres com o ministro das Relações Exteriores da Líbia, Abdel-Rahman Shalqam. Este foi o contato de mais alto nível entre os dois países em mais de 20 anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.